Diante de um cenário digital cada dia mais competitivo, manter seus clientes fiéis pode não ser uma tarefa tão simples, ainda mais quando pensamos em encantar consumidores tornando-os advogados e promotores da marca. Uma das etapas para atingir esse objetivo é garantir uma boa logística no e-commerce, que ofereça uma fidelização dos seus clientes. Assista essa palestra online que ensina como otimizar a logística do seu site!

Estima-se que uma cartela de clientes fidelizados pode ser responsável por mais de 65% do volume de vendas de uma empresa, sem contar que o custo de manutenção de um cliente retido é quase três vezes menor que o total de investimentos para captar novos consumidores. Deu pra perceber que a logística no e-commerce está altamente relacionada ao desempenho de vendas de um e-commerce, certo?

Quer entender melhor o papel da logística no e-commerce e na fidelização dos clientes? Veja esses tópicos abaixo!

A logística e o encantamento

Responsável por aproximadamente de 8% a 12% das despesas, o processo logístico corresponde a um dos maiores pontos de atenção entre empreendedores online. Isso porque se trata de um momento decisivo na construção da experiência positiva de compra e confiança dos consumidores.

Para compreender o papel da logística no e-commerce e na fidelização dos clientes, é necessário partir do princípio que todo o processo funciona como um ciclo, que deve estar muito bem estruturado, antes mesmo do primeiro contato do consumidor com a empresa. Uma gestão de logística bem-sucedida pode ser a chave na fidelização e propagação da empresa pelos próprios consumidores.

Estoque

É necessário avaliar o nível de confiabilidade da cadeia logística, compreender a capacidade de cada fornecedor durante a entrega e fabricação dos produtos oferecidos.

Ofertar produtos que podem não estar disponíveis para entrega, por exemplo, se torna um risco grave capaz de denegrir a reputação de qualquer negócio.

Uma questão importante e diretamente relacionada a uma boa gestão de estoque é o controle do fluxo de caixa. A reposição desnecessária de produtos esquecidos no estoque pode onerar o capital de giro e negativar as movimentações financeiras.

Armazenagem

Para alinhar a produção e definir os preços dos produtos é necessário, antes, um local de armazenamento. Essa organização deve ser feita no planejamento anual, com revisões periódicas considerando aspectos mercadológicos e sazonais.  Empreendedorismo / Gestão / Logistica / Relacionamento / Experiência do cliente

Separação e envio

Essa etapa da logística no e-commerce deve ser analisada e acompanhada diariamente, tendo em vista diferentes variáveis. Cada detalhe deve ser acompanhado minuciosamente para evitar erros humanos.  Independente da operação ser interna ou terceirizada, a responsabilidade de atendimento será sempre do lojista.

Entrega

A entrega dos produtos se torna a parte mais complicada, porque o lojista não tem muita autonomia nesse processo. Alguns pontos devem ser avaliados antes de montar a sua operação:

Distância

O tempo gasto entre a sua empresa e a transportadora deve ser levado em consideração e incluídos dentro do plano estratégico e do tempo necessário para entrega.

Qualificações

Escolha transportadoras com reputação positiva, nível de qualidade, processos claros e tecnologia de rastreamento.

Prazo de entrega

Quanto menor o prazo de entrega oferecido aos seus consumidores, maior as chances de aumentar as conversões no seu e-commerce.

Restrição de serviços

Se você trabalha com produtos específicos, fique atento! Algumas transportadoras não enviam algumas mercadorias. Os correios, por exemplo, não aceitam carga viva e produtos perecíveis.

Dimensões do produto

Fique de olho no peso e tamanho dos seus produtos. No Sedex, o peso máximo estabelecido é de 30kg. Já no PAC esse número sobe para 50kg. Vale destacar também que os correios disponibilizam 7 tipos de caixas. Se o seu produto for maior que todas as opções de embalagens fornecidas, o envio será recusado.

Conhecer o papel da logística no e-commerce e na fidelização dos clientes é o primeiro passo não só para reduzir os custos da empresa, como também, ajudar na avaliação da mesma diante do mercado. Um cliente satisfeito não só volta a comprar, como indica o serviço a outras pessoas.

Lembre-se: o “boca a boca” ainda é uma das ferramentas mais valiosas para qualquer lojista. Deixe seu comentário e participe da conversa.

Aprenda técnicas para vender mais no e-commerce. Baixe o nosso e-book gratuito!

e-book-como-vender-mais-em-seu-e-commerce-og

 

 

Facebook Comments