Black Friday Wirecard - Transforme oportunidades em resultados

Abandono de carrinho: veja 5 maneiras de reverter essa situação

Veja como reverter o abandono de carrinho e reconquistar transações canceladas no seu e-commerce em nosso novo artigo do blog!

Compartilhe

Não bastasse os desafios do empreendedor para fazer os clientes chegarem ao seu e-commerce e visualizarem seus produtos, ele também precisa lidar com uma questão que tira o sono de quem trabalha com o comércio eletrônico: o abandono de carrinho. E esse preocupação toda tem um bom motivo: pesquisas apontam que cerca de 70% dos compradores abandonam as compras antes da conclusão, sendo os custos extras um dos principais motivos.

Mas não é somente as taxas que aparecem ao fim da negociação, como o custo do frete, que fazem o consumidor desistir de uma aquisição. A empresa de transportes e entrega global UPS, realizou uma pesquisa na qual encontrou mais razões para o abandono de carrinho, sendo as principais:

  • Tempo de entrega muito longo: muitas pessoas não estão dispostas a aguardar semanas para receber um pedido e acabam desistindo da compra. Às vezes, isso ocorre porque o consumidor precisa do produto antes do prazo estimado.
  • Item esgotado: ainda há e-commerces que insistem em não deixar claro que um produto está esgotado logo na vitrine, decepcionando o cliente no checkout. Essa desistência é uma das piores, pois pode ser também um abandono da marca.
  • Pagamento preferencial não disponível: quanto mais meios de pagamento você disponibilizar, mais chances o seu e-commerce tem de vender. Lembre-se que nem todos tem acesso a cartão de crédito ou querem usá-lo.

Mas nem tudo está perdido. É possível reverter essa situação e recuperar boa parte dos carrinhos abandonados. Venha com a gente e veja algumas ações que podem ser feitas para reconquistar os seus clientes!

Soluções para reverter o abandono de carrinho

Sem muita enrolação, listamos aqui 5 soluções para você reverter o abandono de carrinho. Algumas podem ser implementadas de forma mais imediata no e-commerce, como a inclusão da ferramenta para o cálculo de frete, outras precisam de um pouco de análise, como mudanças na forma de cobrar pelo envio. E ainda existem aquelas que dependem de terceiros, como a inclusão de novas formas de pagamentos.

Porém, todas elas são totalmente possíveis de serem incorporadas à sua loja online e trazerem muitos benefícios. Confira!

1 – Reveja suas estratégias de frete

Sabendo que o valor do frete pode interferir no checkout, é essencial rever as estratégias de cobrança. Se for possível para o seu e-commerce, ofereça frete grátis. Se não for, é necessário que isso fique claro para o consumidor. Uma boa alternativa é colocar a ferramenta para o cálculo do frete nas páginas dos produtos, assim, o comprador pode verificar o valor do envio junto com o do produto. Uma comunicação honesta é sempre bem-vista pelos clientes.

Uma opção que está sendo bastante usada para equilibrar a situação é garantir o frete grátis para compras a partir de um determinado valor. Conforme o comprador vai incluindo itens no carrinho de compras, um indicador vai apontando quanto falta para atingir a meta. Quando chegar ao valor necessário, ele mostra que, a partir daquele momento, o frete é grátis! Além de construir uma relação mais justa e transparente com o consumidor, você ainda tem a oportunidade de vender mais!

2 – Trabalhe com entrega rápida

Como vimos, o tempo de entrega também é um dos principais fatores que influenciam no abandono de carrinho, por isso é preciso dar atenção especial para ele. Assim como no caso do frete, mantenha uma comunicação clara sobre os prazos, mas trabalhe sempre para ser o mais ágil possível ― nada cativa mais o consumidor do que receber um produto antes do esperado, fique certo disso!

Então, ofereça diferentes maneiras de entregar a mercadoria, como Correios e transportadora. Se estiver na mesma cidade, aposte em serviços de motobikes e mototáxis, por exemplo. Muitas vezes, uma boa alternativa é deixar o próprio comprador escolher o tipo de transporte, mostrando o tempo de espera e os valores conforme as opções disponíveis.

3 – Retire obstáculos do caminho do cliente

O consumidor online quer praticidade e, com certeza, um formulário enorme não traz isso, certo? Então, quanto mais você puder facilitar para ele, melhor. Foque no que é extremamente necessário para o momento: nome completo, CPF, endereço de entrega e cobrança, e-mail e telefone de contato. Assim, ele pode passar para o pagamento sem perder o interesse pelo produto

Aqueles outros dados que vão fazer você conhecer melhor o cliente, como data de nascimento, preferências de consumo, quantas vezes já comprou online, entre outros, podem ser adquiridos com o tempo, por meio de campanhas de e-mail marketing, por exemplo. Assim, você pode explicar o motivo de estar perguntando, oferecer uma compensação, com um cupom de desconto e ir criando uma afinidade de forma mais tranquila, sem a pressão de uma compra.

4 – Facilite o checkout

Na esteira do formulário, temos o checkout. Da mesma forma que o comprador quer um cadastro sucinto, ele também quer finalizar sua compra da maneira mais rápida e prática possível. Nada de ficar repetindo informação, trocando de páginas, saindo do seu e-commerce para outro site de pagamento. Facilite o checkout, caso contrário, ele vai procurar quem o faça.

A melhor forma de fazer isso é apostar no Checkout Transparente, uma tecnologia desenvolvida para facilitar as transações feitas em um e-commerce, de maneira segura, rápida e inteligente. Com ela, os clientes conseguem:

  • Fazer o pagamento totalmente no site ou loja online: o cliente fica no ambiente do e-commerce ou site durante todo o processo de compra, sem a necessidade de cadastro ou páginas intermediárias de pagamento.
  • Comprar com apenas 1 clique: na primeira compra, é possível optar por salvar os dados do cartão de crédito. Dessa forma, nas próximas aquisição, não é preciso digitar todos os dados de pagamento novamente. Isso torna o processo de compra muito mais simples e ágil.

Para saber mais sobre o Checkout Transparente, clique aqui e leia um artigo que fizemos especialmente sobre o assunto em nosso blog!

5 – Dê opções de pagamento variadas

A falta de pluralidade na hora de escolher o meio de pagamento é outro grande responsável pelo abandono do carrinho. Então, cuidar desse item deve estar entre as prioridade, especialmente porque, em alguns casos, implementar novas opções de pagamento dependem de negociações e liberações de terceiros.

Cartão de crédito é obrigatório, com no mínimo as bandeiras principais: Visa, Mastercard, Elo, Hipercard, American Express. Para você ter uma ideia, só essa forma de pagamento movimentou R$ 323,5 bilhões no e-commerce em 2019. Tente negociar com seus fornecedores as melhores condições para poder oferecê-las aos clientes.

Além dele é importante disponibilizar também cartão de débito, débito em conta e transferência bancária. Para aqueles que preferem não envolver o banco, é fundamental dar a alternativa do boleto. E não esqueça das carteiras digitais, como Apple Pay e Mercado Pago.

Com essas 5 ações, é possível reverter boa parte do abandono de carrinho e fazer com que os rendimentos do seu e-commerce cresçam. Porém, nem sempre a compra não é finalizada porque o consumidor desistiu. Pode acontecer o que chamamos de transação cancelada.

Como lidar com uma transação cancelada?

Ter uma transação cancelada é frustrante tanto para o comprador quanto para o lojista. No entanto, muitas vezes ela é necessária, pois envolve uma suspeita de fraude. Aqui no blog, já explicamos em detalhes os motivos para o cancelamento de uma compra. Agora, vamos mostrar que isso não é o fim da linha e que é possível recuperar parte desses clientes.

É claro que aqueles contatos que ficam registrados como sendo das transações canceladas por motivo de fraude devem ser abandonados. Ou melhor, você pode criar um banco de dados com eles para ter sempre um sinal de alerta quando eles surgirem novamente na sua loja online. Assim, fica fácil saber para quem não vender.

Já os outros clientes, especialmente os que tiveram as compras canceladas pela operadora do cartão por um preenchimento errado ou por um valor que não condiz com os hábitos de consumo, devem ser procurados. Entre em contato, de uma forma amigável, para saber o que aconteceu e ofereça ajuda. Lembre-se de que, todos os dias, novos consumidores ingressam no mundo das compras online e nem sempre sabem como ele funciona.

Pode ser que o seu comprador tenha tido a transação cancelada e nem saiba exatamente por que e nem como resolver. Essa é a sua chance de orientá-lo e mostrar que a sua marca é mais do que um catálogo em um site. Pode ter certeza que ele nunca vai esquecer sua ajuda e na hora de comprar novamente, é do seu nome que ele vai lembrar primeiro.

Outra maneira legal de agir com esse cliente é manter as mesmas condições de preço e pagamento do momento da transação cancelada. Dessa forma, ele pode sentir que não foi prejudicado pelo cancelamento e você consegue fechar a venda. Todos ganham, certo?

Bom, para poder fazer todas as ações que citamos neste artigo e garantir um atendimento de excelência ao cliente, é preciso contar com soluções que possibilitem isso, como as que são oferecidas pela Wirecard. Uma delas nós já citamos ao longo do texto: o Checkout Transparente, que garante uma taxa de aprovação de vendas online de até 98,5%.

Mas não é só isso. Nós também temos uma solução completa de pagamento para a sua loja online, que aceita todas as formas de pagamento, tem serviços financeiros integrados para a administração do seu negócio e ainda oferece uma robusta tecnologia para gestão de risco de antifraude com análises automática e manual.

Tudo isso para que você recupere o máximo de clientes possível e torne os resultados do seu e-commerce cada vez mais positivos! Acesse o nosso site e saiba mais sobre as nossas soluções. E se você tiver alguma dúvida, entre em contato com a gente. Nossa equipe está à disposição para ajudar!

Compartilhe