API de pagamento: conheça os desafios para criar uma solução financeira

Com o crescimento na popularidade dessa ferramenta, saiba quais os desafios envolvidos no desenvolvimento de um API de pagamento e outras soluções financeiras.

Compartilhe

Não é mais segredo que, a cada dia que passa, as pessoas ficam mais e mais dependentes das plataformas digitais. Desde o simples consumidor doméstico até as grandes corporações que dependem 100% de softwares, fato é que todos esses usuários ativos representam uma demanda crescente por ferramentas mais complexas, mais seguras e mais completas — é por isso que a criação de um bom API de pagamento vem se tornando uma tarefa cada vez mais desafiadora!

Isso porque muitas pequenas e médias empresas, na busca por soluções de pagamento eficientes por um preço acessível, acabam integrando suas operações com interfaces de terceiros. O problema é que esse formato não oferece, digamos, a melhor das experiências para o consumidor, o que, por consequência, gera menores taxas de conversão.

É justamente para resolver esses desafios que os APIs de pagamento já estão nascendo com a missão de otimizar processos e tendo de se reinventar em um mercado extremamente dinâmico e exigente. Pensando nisso, preparamos um artigo com os principais obstáculos envolvidos na criação de soluções financeiras e com boas práticas que podem contribuir para esse tipo de desenvolvimento de software. Acompanhe com a gente!

Quatro desafios na criação de soluções financeiras

O trabalho de desenvolvimento de softwares é um dos que possuem uma das demandas de produção mais elevadas do mercado. Todos os dias, empresas e gestores pedem por soluções mais funcionais e sofisticadas em diversas áreas — um reflexo bastante compreensível de um rápido movimento de digitalização que já toma conta de operações, projetos e fluxos de trabalho no mundo todo.

Os usuários exigem cada vez mais dos desenvolvedores, solicitando softwares mais estratégicos e com níveis de complexidade maiores. Sobretudo, eles priorizam o imediatismo nas respostas, o atendimento integral a todos as suas necessidades e a segurança que evite falhas e vulnerabilidades de qualquer espécie. Nesse contexto, é sempre bom ter na ponta da língua os principais requisitos que devem ser atendidos no desenvolvimento de soluções financeiras e, por isso, separamos alguns deles aqui:

1 – Ambiente tecnológico em constante mudança

Novas tecnologias estão surgindo e as antigas estão se atualizando o tempo todo. É o tipo de evolução que é notada por qualquer pessoa. Basta imaginar o ambiente tecnológico de 5 anos atrás, por exemplo, para que se perceba grandes diferenças na usabilidade, na interface e, claro, na segurança envolvida nas soluções financeiras. Aqui, o grande desafio é garantir que essas novas interfaces consigam manter o passo com as atualizações, protocolos e diretrizes de segurança sem expor os usuários a riscos desnecessários ou vazamentos de informações pessoais!

2 – Complexidade e eficiência em pauta

Hoje em dia, a verdade é que os usuários de aplicativos, de sistemas ou de soluções financeiras não querem saber quantos protocolos diferentes de segurança você desenvolveu, e sim o quão rápido a plataforma pode ser acessada! Ou seja, eles querem que o software, independentemente da sua complexidade, tenha um tempo de resposta mínimo e uma performance sem falhas que atenda a todas as suas necessidades. Na prática, isso representa um fluxo bastante frenético de suporte e de manutenção para assegurar que essa solução não deixe ninguém na mão.

3 – Cenário de desenvolvimento dinâmico

Na criação de soluções financeiras, quem trabalha no desenvolvimento também sabe que deve estar sempre sujeito a ter de modificar ou remodelar todo ou grande parte do sistema ainda durante a fase de desenvolvimento. Isso porque os clientes nem sempre possuem uma jornada previsível e muitas dificuldades só aparecem quando o caminho começa a ser percorrido. Tenha em mente que nem mesmo o mais criterioso dos planejamentos é capaz de cobrir todas as possibilidades e, por isso, é preciso estar preparado!

4 – Usabilidade e compatibilidade

Independentemente da quantidade de funcionalidades, módulos e abordagens que uma solução financeira oferece, quem desenvolve esse tipo de solução precisa sempre se preocupar com a usabilidade (facilidade do usuário para interagir com o sistema) e com a compatibilidade (resposta e comunicação com as demais soluções financeiras necessárias). Aqui, é importante tentar prever, ao máximo, todas as possíveis reações e desdobramentos, além de trabalhar com um olho no futuro, deixando espaço na plataforma para a adoção rápida e assertiva de novas alternativas financeiras quanto elas ficarem disponíveis.

E como tudo isso afeta a criação de uma API de pagamento?

Antes de mais nada, vale dar um passo atrás para compreendermos um pouco melhor o conceito de API. A expressão vem de Application Programing Interface, que define uma série de instruções e padrões de programação que formam uma interface de acesso a um app online. Em outras palavras, uma API permite que dois sistemas distintos “dialoguem”, permutando dados para determinado objetivo.

Metaforicamente, podemos pensar no serviço da API da mesma forma que pensamos no trabalho de um garçom. Em um restaurante, buscamos o que desejamos no menu e solicitamos ao garçom, que encaminha o pedido para cozinha e, no fim, entrega o prato pronto na mesa. Em uma plataforma digital, a ideia da API é a mesma: ela vai receber seu pedido, levar até o sistema responsável pelo tratamento e lhe devolver o que foi solicitado.

Já deu para começar a perceber o ponto de convergência entre os desafios na criação de soluções financeiras e as APIs de pagamento, não é mesmo? Ora, com a vasta quantidade de aplicativos e softwares entrando no ar com as mais variadas finalidades ― e com a monetização de canais mais em alta do que nunca ―, em tempo nenhum foi tão importante viabilizar a comunicação e a permuta de dados, garantindo assim a compatibilidade das interfaces e a navegabilidade do usuário de forma sutil e progressiva.

Sem contar que, especialmente quando pensamos na atual realidade rápida e conectada do mundo e das pessoas, fica claro que uma boa API de pagamento também é essencial na hora de entregar produtos e soluções ainda mais valiosas para os usuários, sem prejudicar a experiência de compra com redirecionamentos, longos formulários e validações infinitas.

Além disso, o desenvolvimento de uma API de pagamento ainda permite que outros aplicativos e softwares possam se integrar ao seu sistema. Isso não significa que você irá criar uma API apenas para expor seu sistema a terceiros, é claro, mas pode indicar propósitos específicos, como uso particular na sua corporação ou mesmo como de uma interface sua exclusiva para os clientes do seu negócio, já pensou?

Benefícios de uma API de pagamento

Você já deve ter percebido que usar uma API de pagamento também é uma forma eficiente de tornar processos corporativos mais simples e ágeis, trazendo muitos benefícios para o negócio. É só ter em mente que oferecer múltiplos meios de pagamento integrados ao cliente é sempre uma forma de agregar valor aos seus produtos, pois ele se sentirá mais confortável para escolher como quer fazer a compra.

E não para por aí: já que falamos no desenvolvimento de softwares e soluções financeiras, vale ressaltar que desenvolver toda uma plataforma de pagamentos é um processo complicado e que exige muitos recursos financeiros e humanos, além de tempo, é claro.

Por outro lado, usar uma API de pagamento é uma forma de usufruir de modalidades diferentes de pagamentos automatizados sem precisar realizar todos esses investimentos e sem abrir mão da funcionalidade. Basta fazer a integração e mãos à obra! Prático, não é mesmo?

Ah, lembrando que a API de pagamento também é o tipo de solução capaz de fazer cobranças de forma automatizada, utilizando essa tarefa. Assim, seus colaboradores que eram dedicados às tarefas de cobrança terão mais tempo para outras atividades da empresa, melhorando a produtividade e diminuindo a incidência de erros!

Conte com a API de pagamentos do Moip

Bom, provavelmente ficou claro que contar com o suporte de um bom API de pagamentos é o caminho perfeito para garantir a satisfação dos seus clientes e assegurar a usabilidade de qualquer plataforma. E fique sabendo que, aqui no Moip, você conta com um API totalmente integrado à solução de pagamentos que oferecemos!

Ou seja: você oferece o meio de pagamento que encanta seus clientes, aumenta a conversão, melhorar suas vendas e o Moip se encarrega de processar todas as suas transações com toda a agilidade e segurança que só uma empresa que já tem tradição em simplificar pagamentos pode oferecer, tudo em compliance com as regulamentações do Banco Central e planejado para oferecer a melhor experiência possível no seu negócio.

Interessante, né? Então, entre em contato agora mesmo com a nossa equipe e comece a usar a API de pagamentos do Moip. Estamos à disposição para tirar dúvidas e orientá-lo na implantação.

Compartilhe