O e-commerce de moda e vestuário tem crescido e se tornado a opção preferida de muitos consumidores no Brasil. Prova disso é que, segundo pesquisa da Visa Consulting & Analytics (VCA), enquanto o faturamento do varejo de vestuário caiu 5% entre 2016 e 2017, no e-commerce o cenário é outro: o faturamento das lojas virtuais cresceu 10% no mesmo período.

Assim, não é incomum que muitos lojistas estejam apostando em aumentar vendas online ou mesmo ter o e-commerce como opção única para comercializar seus produtos.

Mas como se destacar em um segmento com grandes marcas já consolidadas e conhecidas pelo público? A receita não é simples, porém, com alguns diferenciais é possível fazer sucesso, atraindo e conquistando clientes mesmo com pequenos negócios!

Como se diferenciar no e-commerce de moda e vestuário

O primeiro passo para oferecer uma experiência diferenciada é entender que a boa impressão de um cliente não se restringe apenas ao preço de um produto. Isso não quer dizer que o valor não entra em jogo na hora da conversão de vendas ao finalizar uma compra, mas, sim, que há outros critérios levados em conta para essa decisão, como prazos de entrega, preço do frete e, é claro, o atendimento desde que o cliente acessa o site até o pós-venda.

Nesse sentido, há várias ações que podem fazer a diferença para que mesmo um pequeno e-commerce de moda e vestuário possa aumentar sua aprovação de vendas e se destacar. Ocupando um bom lugar entre os gigantes do setor. Confira algumas delas:

Assine nossa newsletter e junte-se a milhares de empreendedores!



#1 Definir uma proposta de valor:

Uma das estratégias mais indicadas para conquistar consumidores entre tanta concorrência é definir uma proposta de valor. Isto é, indicar ao consumidor qual é o seu diferencial, que tipo de benefício o produto oferecido por você tem que o da concorrência não tem.

Há vários exemplos de propostas de valor, como empresas que comercializam apenas roupas sem qualquer material de origem animal, ou que oferecem estampas com uma linguagem voltada a um público específico.

Assim, ter uma proposta de valor bem definida pode conquistar o seu público-alvo. E quando falamos na competição com grandes redes, esse fator é ainda mais importante para não entrar em uma guerra de preços, que, sabemos bem, é mais difícil de ser combatida.

#2 Elaborar uma estratégia de comunicação:

Após definir sua proposta de valor, outro ponto importante é estabelecer uma estratégia de comunicação. Se nas lojas físicas a vitrine ajuda a atrair os clientes, no e-commerce não é diferente: como diz o ditado, “quem não é visto não é lembrado”.

E isso vale ainda mais para pequenos e-commerces de moda e vestuário ou para quem está dando os primeiros passos no mundo online. Por isso, é importante que a loja marque presença na internet de variadas formas.

As redes sociais são um exemplo, pois oferecem a possibilidade de interação entre loja e consumidor que, muitas vezes, torna mais sólida essa relação.

Em se tratando de e-commerce de moda e vestuário, apostar no Instagram pode ser uma grande sacada! Afinal, a rede valoriza imagens que despertam facilmente o desejo dos consumidores. E os dados comprovam o que estamos falando: com 50 milhões de usuários, o Brasil já é o segundo no ranking do Instagram ― são 800 milhões no mundo todo.

Então, criar uma periodicidade de publicações divulgando as peças da sua loja virtual, trabalhando com hashtags relevantes ao segmento e interagindo de perto com o público, por meio de curtidas e comentários, com certeza chamará a atenção dos clientes, que nem sempre conseguem essa proximidade com as grandes do setor.

Além disso, outra possibilidade é investir em marketing de conteúdo para aumentar vendas online, com a criação de um blog que trate de assuntos relacionados à proposta da marca ― neste caso, o objetivo não é vender o produto, mas estreitar a relação com o cliente oferecendo a ele conteúdo relevante. É essa relação que fará seus números crescerem.

 

Outra vantagem de criar um conteúdo interessante é que, seguindo algumas técnicas de SEO, o site pode ficar bem posicionado nas buscas do Google, fazendo com que sua loja seja um dos primeiros resultados quando um consumidor procurar por algum produto oferecido por você.

Somado à produção de conteúdo relevante, outro modo de fazer o seu e-commerce de moda e vestuário aparecer é criar anúncios nas redes sociais ou em buscadores, como o próprio Google. Dessa forma, a sua loja alcança o primeiro grande objetivo: atrair a atenção dos consumidores.

#3 Fazer o cliente se sentir especial:

Depois de atrair a atenção dos clientes, há outro desafio: prestar um bom atendimento. É fundamental que a equipe esteja alinhada com a proposta da marca, que conheça a empresa e os produtos que ela oferece e que seja treinada para bem atender ao cliente.

A maioria das gigantes do setor, com suas lojas já consolidadas, acabam tendo dificuldade em oferecer um atendimento mais próximo e personalizado. Então, esta é uma grande oportunidade para que pequenos e-commerces de moda e vestuário mostrem seu diferencial.

Há várias formas de pensar em uma comunicação individualizada para cada cliente, como enviar cartões de aniversário, cartões de entrega com o seu nome ou mandar e-mails em datas especiais. O importante é que o cliente se sinta especial e próximo à marca.

#4 Facilitar a efetivação da compra:

Nada de fazer seu cliente navegar por várias páginas diferentes ou preencher um cadastro gigantesco para poder adquirir suas peças. Garantir uma boa usabilidade do seu e-commerce de moda e vestuário é essencial para facilitar que as pessoas de fato efetivem a compra.

Para dar conta desse desafio, você pode contar com o checkout transparente da Wirecard. Com essa solução, o cliente fica no ambiente do seu site durante todo o processo de compra, sem a necessidade de cadastro ou de páginas intermediárias de pagamento digital.

Além disso, você pode optar por salvar os dados do cartão de crédito do cliente na primeira compra dele, assim, quando ele voltar, não precisará digitar tudo de novo, facilitando muito o checkout. Sem contar, é claro, com a segurança garantida de todas as informações. Tudo isso é capaz de gerar um incremento de até 30% na conversão de suas vendas!

Aproveite o crescimento do setor para se diferenciar!

E, então, já tem alguma ideia para aproximar o público da sua marca? Como vimos, o e-commerce de moda e vestuário está em crescimento, mas só isso não é o suficiente para garantir sucesso nesse meio.

É preciso oferecer uma plataforma de compra que seja intuitiva e dinâmica, boas condições de entrega e preços, além de estabelecer uma comunicação eficaz com o cliente.

Se ainda restou alguma dúvida sobre como alavancar as vendas no seu e-commerce de moda e vestuário, escreva pra gente nos comentários! Fique à vontade também para compartilhar sua experiência, contando se alguma das nossas dicas já está dando bons resultados para o seu negócio.

Facebook Comments