Que as redes sociais têm transformado a forma como as marcas interagem com os seus clientes há muitos anos não é nenhuma novidade. Mas, agora, os empreendedores têm ainda mais recursos para mostrar seus produtos e serviços, divulgar conteúdo relevante e, assim, atrair e conquistar seu público-alvo. Um exemplo disso é o Instagram para e-commerces!

Criado em 2010 e comprado pelo Facebook dois anos depois, o Instagram tem mais de 1 bilhão de usuários ativos em todo o mundo, de acordo com dados da própria empresa divulgados no primeiro semestre de 2018. No início, o grande diferencial da rede social era a publicação de fotos por meio de dispositivos móveis, que podiam ser curtidas e comentadas pelos seguidores do usuário.

Hoje, o Instagram conta com diversos outros recursos, como a publicação de vídeos no feed, a criação de stories, o envio de mensagens diretas e outras funcionalidades, além de também poder ser visualizado por meio de desktops. Atentas ao público presente na rede, as marcas já somam, pelo menos, 200 milhões de contas comerciais ativas todos os dias.

Por que usar o Instagram para e-commerces

Os motivos para que um empreendedor utilize o Instagram para e-commerces são diversos e estão relacionados, principalmente, a dois aspectos: a grande presença do público nessa rede social e os recursos que ela promove para que a loja virtual possa oferecer e vender seus produtos e serviços com mais facilidade.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Opinion Box, empresa especializada em pesquisas sobre o mercado online, 25% dos internautas afirmam que o Instagram é a rede social que mais utilizam. Essa preferência é ainda maior entre as mulheres (28%) e os jovens com idade entre 16 e 29 anos (35%). Além disso, 63% dos usuários acessam o Instagram várias vezes ao dia e 89% deles verificam a rede pelo menos uma vez nesse período.

Só esses números já seriam o bastante para que um empreendedor decidisse divulgar seus produtos e serviços e publicar conteúdo relevante nessa rede, afinal, é muito provável que o seu e-commerce ganhe visibilidade com ela. Mas, somado a isso, a pesquisa também demonstra que o Instagram é uma boa plataforma para fazer negócios.

Conforme o relatório, 83% das pessoas entrevistadas seguem alguma marca na rede social. Outras questões são ainda mais relevantes: 50% dos internautas também disseram ter adquirido algum produto ou contratado algum serviço que conheceram no Instagram e 47,5% deles já compraram itens indicados por alguém nessa rede.

Ou seja, o Instagram não apenas tem a preferência de grande parte dos internautas brasileiros como também é um ótimo lugar para aumentar suas vendas. Confira três pontos importantes que mostram os benefícios do Instagram para lojas virtuais:

#1 Recursos para divulgar conteúdo:

O marketing digital é uma estratégia fundamental para qualquer empreendimento, ainda mais no e-commerce, em que não existe vitrine para atrair clientes e nem vendedores para conquistá-los. O objetivo dessa técnica é aproximar o público-alvo e a empresa, estreitando cada vez mais a relação entre essas duas partes até que um potencial cliente vire um comprador e, mais do que isso, um embaixador da sua marca.

Para que isso aconteça, várias técnicas são utilizadas, como a criação de um blog e de perfis em redes sociais para divulgar conteúdo relevante para a persona da loja virtual. Esse conteúdo deve contribuir para atender às necessidades dos clientes, além de engajá-los no relacionamento com a empresa, fator importante para fortalecer a marca no ambiente digital.

Nesse sentido, o Instagram é uma importante ferramenta para o marketing. Afinal, essa rede oferece diversos recursos para que o e-commerce possa produzir conteúdo relevante e qualificado para o seu público. As próprias fotos para o feed são um exemplo: quando bem produzidas, elas chamam a atenção para determinado produto ou serviço e podem servir para orientar o usuário em relação a algum assunto sobre o seu nicho de mercado.

Imagine, por exemplo, que você tem uma loja virtual que vende itens para animais de estimação. Além de publicar imagens desses produtos, você também pode compartilhar fotos dos tutores com seus animaizinhos ou dar dicas relacionadas aos cuidados com os bichanos no seu feed, ações que atraem clientes orgulhosos e preocupados em oferecer o melhor para seus pets.

Os vídeos também são um recurso interessante. Podem ser usados para explicar as funcionalidades e benefícios de determinado item, falar sobre tendências do seu segmento, mostrar lançamentos e muito mais!

Da mesma forma, os stories são outra carta na manga: tratam-se de conteúdos rápidos e disponíveis por apenas 24 horas que você pode usar com diversos objetivos! Conforme a pesquisa realizada pelo Opinion Box, 86% dos internautas entrevistados gostam dos stories e 73% deles assistem às histórias publicadas por outros usuários pelo menos uma vez por dia.

Com eles, é possível mostrar um pouco dos bastidores da sua loja, compartilhar conteúdo dos seus seguidores, criar promoções exclusivas, fazer transmissões ao vivo, entre outras ações. Vale lembrar que esse também é um recurso que estimula a interatividade entre a loja e os clientes com ferramentas como as enquetes e as perguntas.

Além disso, ainda é possível utilizar o IGTV, uma espécie de televisão do Instagram disponível apenas para dispositivos mobile. Com essa ferramenta, você pode publicar vídeos de até 10 minutos, ideais para mostrar eventos realizados pela sua loja, ou dos quais ela está participando, e para oferecer um conteúdo ainda mais relevante ao seu público.

#2 Recursos para vender:

Todos os recursos dos quais falamos até agora estão disponíveis para os usuários do Instagram, sejam eles pessoas, sejam eles empresas. Porém, as contas comerciais também têm outras facilidades para aumentar suas vendas.

Uma delas é a possibilidade de colocar os links dos produtos e serviços nos stories. Dessa forma, ao ver alguma imagem e se interessar pelo item indicado, o consumidor online pode clicar no link para ser direcionado para a página da mercadoria no site da loja virtual, onde pode fazer a compra, se desejar.

Ainda nos stories, também é possível acrescentar uma figurinha de produto à publicação. Ao clicar nela, o usuário é levado a uma página do produto dentro do Instagram, pela qual tem mais informações sobre o item, como o preço, as funcionalidades e outras características. Caso queira comprá-lo, basta clicar em um link que o levará diretamente ao site do e-commerce.

Essa mesma função, chamada de Instagram Shopping, também está disponível em fotos e vídeos e traz benefícios para a apresentação dos produtos. Isso porque você não precisa publicar a imagem de uma mercadoria por vez ou de um item de forma individual. O seu e-commerce pode fazer posts mostrando uma composição e marcar até cinco produtos em cada foto ou vídeo.

Assim, quando o cliente clicar sobre a imagem, figurinhas aparecerão mostrando os nomes e os valores dos itens, de forma parecida com a marcação de usuários. Ao se interessar por algum deles, basta clicar na marcação do produto para ser encaminhado a uma página relacionada a ele dentro do Instagram, na qual, depois, é possível ter acesso ao site da loja virtual.

Vale ressaltar que, de acordo com uma pesquisa publicada pela L2inc, empresa que pesquisa o desempenho digital de marcas de consumo, 65% dos posts que apresentam melhor desempenho no Instagram apresentam os produtos de uma marca.

Além disso, toda vez que uma publicação é criada com produtos marcados, ela é compartilhada com todo o público da rede social na aba Compras da guia Explorar que, conforme o Instagram, é visualizada por 200 milhões de usuários diariamente. Com isso, os itens que você comercializa ficam visíveis até mesmo para quem ainda não segue o seu e-commerce na rede.

Quando um cliente acessa a conta da sua loja virtual no Instagram, ele também pode visualizar todos os produtos que você está oferecendo na plataforma ao clicar na opção Loja, uma alternativa interessante para clientes que querem conhecer o que a sua loja virtual oferece com mais rapidez.

#3 Interatividade e engajamento:

Além dos recursos disponíveis para a divulgação de conteúdo e a apresentação de produtos e serviços, outro benefício do Instagram é a alta taxa de interação entre usuários e marcas. Conforme pesquisa, entre 2% e 7% dos seguidores de uma empresa interagem com cada post publicado por ela na rede. Para comparação, segundo o mesmo relatório, no Facebook, as taxas de engajamento têm caído, enquanto no Twitter há menos de 2% de seguidores envolvidos em cada post.

Outro estudo, desta vez realizado pela plataforma de e-commerce Nuvem Shop, mostrou que, em um intervalo de três meses ― entre outubro e dezembro de 2018 ―, 27% das ações convertidas em negócios foram originadas no Facebook, enquanto 70% delas vieram do Instagram. Esse panorama é muito diferente do que ocorria no ano anterior, quando 71% dos negócios tinham origem no Facebook e apenas 26,5% no Instagram.

Facebook Comments