Como migrar de loja física para loja virtual é uma pergunta que tem surgido cada vez mais para lojistas de diversos segmentos no país. E não é à toa: segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o comércio eletrônico teve crescimento de 12% em 2017 e deve crescer ainda mais em 2018, com expectativa de aumento de 15% em relação ao ano anterior, alcançando um faturamento de mais de R$ 69 bilhões.

Mas mesmo quem não tem esses dados em mãos já deve ter percebido o crescimento da preferência do consumidor pelas compras em lojas virtuais. Uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), por exemplo, demonstra que 89% dos internautas fizeram, pelo menos, uma compra online nos 12 meses que antecederam a pesquisa.

Para esses consumidores, algumas facilidades do e-commerce que merecem destaque são a comodidade, a economia de tempo, a flexibilidade de horários e a facilidade na comparação de preços. Diante disso, muitos lojistas atentos têm pensado na possibilidade de migrar a sua loja física para uma loja virtual.

O cenário realmente mostra boas oportunidades, mas apenas isso e o conhecimento na área de vendas não são o suficiente para garantir o êxito no e-commerce: é necessário ter cuidado com essa migração, já que as estratégias de lojas físicas e virtuais são diferentes e o sucesso na rua não significa sucesso na internet.

Como migrar de loja física para loja virtual

Antes de tornar a sua loja física uma loja virtual, é indicado seguir alguns passos para se ajustar a este novo mundo. Como dissemos, ter conhecimento na sua área de atuação é fundamental, mas isso não significa que o sucesso online está garantido.

Por isso, vamos listar a seguir alguns pontos que merecem atenção quando falamos sobre como migrar de loja física para loja virtual. Confira:

#1 Estude o mercado:

Quem tem uma loja física sabe como ninguém que estudar a concorrência é importante para oferecer opções mais atrativas para o seu cliente. Na internet não é diferente! Por isso, antes de abrir sua loja virtual, é importante estudar o mercado e a concorrência.

Nesse sentido, faça uma busca nos sites que oferecem produtos semelhantes aos seus e identifique como são feitas as operações nestes portais: quais são as opções de entrega, como funciona a política de trocas, como é feito o pagamento das compras, que tipo de facilidade eles oferecem aos clientes, entre outros aspectos.

Além dessa busca, analise como a concorrência se comporta online, isto é, como faz a comunicação com os clientes. Esses passos são importantes para que você entenda os diferenciais que podem ser aplicados à sua loja virtual e como os lojistas que já estão neste meio atuam.

#2 Elabore um plano de negócios:

Assim como pode gerar lucro, a migração da loja física para loja virtual também pode significar prejuízo caso não seja feita com cuidado e planejamento. É por isso que antes de chegar à internet, é indicado que o lojista elabore um plano de negócios para o seu e-commerce.

Neste plano, vários aspectos são analisados a fim de oferecer um panorama das possibilidades do negócio ― não é incomum que os empreendedores desistam de algum investimento após avaliar o plano de negócios.

Isso porque essa ferramenta permite analisar, por exemplo, o perfil dos consumidores, os concorrentes, os fornecedores, as possibilidades da área de atuação e outros processos, como marketing, finanças e contratação de pessoal.

O objetivo do plano de negócios é indicar oportunidades para o empreendedor, além de dar a ele mais segurança para investir no e-commerce. Para ajudar você com este passo, preparamos o e-book Como montar um plano de negócios para e-commerce. Nele, você vai entender em detalhes pontos como análise de mercado, plano de marketing, plano de ação e estratégia. Clique no botão abaixo e acesse agora mesmo:

#3 Entenda as peculiaridades do e-commerce

Em uma loja física, muitas vezes uma vitrine bonita é o bastante para atrair os consumidores para dentro do local. Mas como funciona essa vitrine no e-commerce? Essa é apenas uma das várias diferenças existentes entre os comércios de rua e os online ― e é fundamental que o empreendedor esteja atento às peculiaridades do e-commerce antes de investir nesse segmento.

Vamos começar pela plataforma: se na loja física um ambiente organizado e funcional atrai consumidores, na virtual, uma plataforma intuitiva e responsiva faz esse mesmo papel. Por isso, busque por um sistema fácil de navegar, com bom desempenho em smartphones e, se possível, que possa ser integrado ao seu sistema de gestão empresarial para facilitar a administração do negócio.

Em relação à vitrine, na internet o marketing é que faz esse papel! Você precisa estar visível para que seus clientes encontrem a sua loja na internet! E isso depende de uma boa estratégia de comunicação que combine redes sociais, marketing de conteúdo e um bom posicionamento nas ferramentas de busca.

Outro ponto que precisa de cuidados é a logística. Os clientes da sua loja virtual não finalizam suas compras com uma sacolinha na mão: é seu papel entregar os produtos nas condições prometidas, com um preço justo e no prazo combinado. A entrega é um dos pontos mais sensíveis de qualquer e-commerce e é fundamental escolher bons parceiros para este processo.

Por último, faça uma busca sobre sistemas de pagamento. Na internet, comodidade e segurança dos dados são essenciais e, por isso, é necessário contar com empresas que tenham credibilidade no mercado e ofereçam facilidades tanto para você, lojista, quanto para o consumidor.

A Wirecard, por exemplo, facilita o recebimento de pagamentos, melhorando a experiência de compra dos clientes de lojas virtuais. Com a nossa solução, você tem a comodidade de ter todos os serviços num único lugar, recebendo pagamentos de cartões de crédito, débito online e boleto de forma simples e rápida.

Além disso, lembra que falamos sobre a importância de garantir a segurança dos dados em transações virtuais? Com o suporte da gestão de riscos e fraudes da Wirecard para cada transação, sua loja conquista credibilidade no mercado. Para saber mais sobre como podemos ajudá-lo a superar o desafio de como migrar de loja física para loja virtual, é só clicar aqui.

Ficar atento aos detalhes é essencial para migrar de loja física para loja virtual

E então, tudo entendido sobre como migrar da loja física para loja virtual? Avaliar cuidadosamente os aspectos que apresentamos neste artigo é extremamente importante para qualquer negócio que quer dar certo também na internet!

 

 

Facebook Comments