Mobile commerce: entenda o que é e saiba como se ajustar a essa tendência

As vendas por dispositivos móveis não param de crescer e já têm até nome próprio: mobile commerce. Entenda mais sobre esse segmento e saiba como ajustar a sua loja online para essa tendência!

A primeira venda online completou 25 anos em 2019 e, desde aquele dia 11 de agosto de 1994, o e-commerce não parou mais de crescer, inovar e conquistar novos consumidores. E se naquela época a própria internet ainda era uma novidade, hoje o que não falta são opções para utilizá-la de forma cada vez mais prática para comprar online. Um exemplo disso é o mobile commerce.

Também chamado de m-commerce, esse segmento trata das transações comerciais feitas por meio de dispositivos móveis, como os tablets e os smartphones. Ou seja, sempre que um cliente compra o seu produto pelo celular, a sua loja virtual faz uma operação de mobile commerce. A princípio, pode parecer que isso não muda nada na sua rotina, mas é preciso ter atenção a esse tipo de venda.

Afinal, esse tipo de transação não para de crescer. Segundo o estudo Comércio Móvel no Brasil, feito pela Opinion Box e pelo Mobile Time, em 2015, apenas 41% dos consumidores diziam já ter feito uma compra por meio de smartphones. Em 2018, esse número subiu para 80%, enquanto 69% dos entrevistados dizem comprar ainda mais pelos dispositivos móveis do que pelo desktop.

Por que é preciso ter atenção a esse fenômeno

O crescimento do uso desses equipamentos no e-commerce é muito positivo, já que significa mais praticidade e comodidade aos consumidores, que podem se sentir ainda mais motivados a comprar online. No entanto, essa tendência também acende um sinal de alerta aos lojistas: é essencial que as lojas virtuais e marketplaces estejam prontos para atender essa demanda.

Isso significa que vários processos precisam ser adaptados ou completamente remodelados para que os usuários tenham uma boa experiência ao comprar online pelos dispositivos móveis, o que abrange cuidados desde a escolha das fotos até as funcionalidades do meio de pagamento. Nesse sentido, há várias formas de tornar esse conteúdo mais otimizado para smartphones e tablets. Veja:

Site responsivo: esse tipo de site é desenvolvido para permitir a navegação em dispositivos móveis e desktops, mas prioriza o conteúdo para estes últimos equipamentos. Dessa forma, ao identificar que o acesso é feito por um smartphone, por exemplo, o site responsivo se adapta a esse equipamento, ajustando o tamanho da tela, das imagens, dos textos, entre outras coisas.

Mobile first: os sites desenvolvidos com a prática mobile first priorizam o conteúdo para os dispositivos móveis. Ou seja, como os sites responsivos, eles também permitem a navegação em desktop e mobile, mas, ao contrário deles, focam na melhor experiência para quem vai acessar a plataforma por meio de smartphones ou tablets.

Mobile friendly: uma loja online considerada mobile friendly é aquela em que todas as operações são realizadas para facilitar a experiência de quem a acessa por dispositivos móveis. O site pode ser responsivo ou mobile first, o importante é que, além de permitir a fácil navegação, também promova facilidades no pagamento, no processo de compra, entre outras etapas da transação.

Aplicativo: desenvolver um aplicativo próprio é outra maneira de oferecer praticidade aos clientes, já que é possível estreitar esse relacionamento a partir de um atendimento ainda mais ágil, de ofertas exclusivas, do envio de notificações, entre outros serviços diferenciados para os usuários dessa ferramenta.

Em um país que já tem mais de um smartphone ativo por habitante, promover uma boa experiência para o acesso por meio desses dispositivos já não é mais um diferencial, mas um requisito para quem deseja ganhar competitividade e aumentar as vendas. Por isso, investir no aprimoramento de todas as operações pensando no mobile commerce é uma tarefa indispensável.

Como ajustar a sua loja ao mobile commerce

Como vimos, uma loja mobile friendly combina uma plataforma com boa navegação e processos bem adaptados às necessidades de quem utiliza smartphones ou tablets. Investir em um site responsivo, mobile ou até mesmo em um app é o primeiro passo para que isso seja possível, mas, além disso, é necessário ter atenção a outros pontos. E quem explica o que é preciso para oferecer uma boa experiência são justamente os clientes!

Na pesquisa Comércio Móvel no Brasil, os usuários foram questionados sobre as funcionalidades que consideram mais importantes em um app de e-commerce, respostas que também valem para sites. Os consumidores elencaram 7 pontos que vamos detalhar para que você possa aperfeiçoar esses processos em sua loja online:

1 – Compra online com retirada na loja física: resposta de 47% dos usuários, comprar online e retirar na loja física é a principal funcionalidade desejada por eles. É uma necessidade que, aliás, tem relação com a necessidade de integração entre todos os canais de vendas, o que chamamos de omnichannel. É fundamental que todos os canais ofereçam as mesmas possibilidades para que os clientes possam comprar da forma que for mais adequada às suas preferências.

2 – Navegação gratuita: usar o aplicativo sem gastar a franquia de dados móveis é o desejo de 45% dos entrevistados. Nesse caso, as empresas fazem uma parceria com as operadoras de telefonia e pagam pelos dados utilizados pelos seus clientes durante a navegação pela plataforma. É um investimento significativo, mas que, sem dúvidas, pode atrair ainda mais consumidores e aumentar as vendas por esses dispositivos.

3 – Recomendações personalizadas: receber ofertas de acordo com as suas preferências é o que 41% de todos os respondentes das pesquisas esperam. Aqui, é necessário unir o investimento em tecnologia ao trabalho criativo das equipes de marketing e vendas, a fim de possibilitar a captação e a análise das informações sobre hábitos e consumo de cada consumidor e a promoção de recomendações que atendam aos seus gostos e costumes.

4 – Atendimento online: se comprar online é uma possibilidade, ser atendido por esse mesmo canal é o que esperam 40% dos consumidores. Afinal, com a facilidade da internet, passar minutos no telefone para tirar dúvidas ou resolver problemas não é algo atrativo. Nesse sentido, uma tendência é o uso de chatbots para respostas padronizadas. Porém, é fundamental contar com humanos para resolver questões mais complexas e atender clientes que ainda preferem esse tipo de atendimento.

5 – Integração com apps bancários: resposta de 39% dos entrevistados, esse ponto é importante para os consumidores em relação ao boleto bancário, segunda forma de pagamento mais utilizada no e-commerce brasileiro. A integração com os apps de instituições financeiras facilita a liquidação do título para quem prefere esse método. Um bom meio de pagamento é outra forma de garantir mais praticidade nesse processo.

6 – Pagamento simplificado: pagar as compras online de forma simples é o desejo de 35% dos clientes, seja por meio de um único clique, seja usando a digital. Para isso, é essencial contar com um meio de pagamento que disponibilize essas funcionalidades. A Wirecard, por exemplo, oferece a compra com 1 clique e, por meio da integração com o Apple Pay, também permite que o pagamento seja feito a partir da autenticação com a digital do usuário. 

7 – Captura de dados do cartão pela câmera do celular: desejo de 16% das pessoas entrevistadas, esse ponto também tem como objetivo facilitar o pagamento da compra. Em vez de precisar digitar todos os números do cartão, com essa opção, o usuário pode apenas escanear os dados do cartão usando a câmera do celular, o que traz ainda mais praticidade. Trata-se de uma boa alternativa principalmente para novos clientes, que ainda não possuem cadastro.

Essas são as principais funcionalidades citadas pelos usuários para que a sua loja online ofereça uma boa experiência para quem utiliza os dispositivos móveis. É claro que tudo isso é só o começo e, por isso, o ideal é conversar com um programador ou outro especialista para entender como otimizar o seu site para que ele fique ainda mais eficiente nesse sentido!

Esperamos que este artigo tenha ajudado você a entender um pouco mais sobre este assunto e, caso tenha ficado com alguma dúvida, escreva nos comentários para conversamos! Em nosso blog, há várias outras dicas sobre mobile commerce e todo esse segmento e você ainda pode contar com a Wirecard para facilitar as transações na sua loja. Acesse o nosso site e saiba mais!

Quer receber mais dicas para seu e-commerce?

Inscreva-se na nossa newsletter e receba uma curadoria de conteúdos exclusiva semanalmente!