É fato: uma das maiores dificuldades para um empreendedor está em calcular o retorno sobre os investimentos realizados. Você sabe, por exemplo, qual foi o resultado gerado pela sua última campanha de marketing? Ou quanto de retorno um novo meio de pagamento traria para seu e-commerce? Perguntas como essa podem ser facilmente respondidas por meio do cálculo do ROI (retorno do investimento ou return on investment no original inglês)!

O ROI é um indicador de desempenho fundamental para monitorar resultados ou, ainda, para verificar a viabilidade de um novo investimento. Entenda melhor!

O que é ROI?

Trata-se de um indicador de performance que tem como objetivo calcular a relação entre investimento e lucro, determinando o desempenho de cada iniciativa. Usa-se a palavra investimento, e não custo, porque todo valor aplicado no e-commerce para a melhoria dos processos deve ser visto como possibilidade de trazer algum retorno financeiro, em curto, médio ou longo prazo.

 

Para que serve?

O ROI surgiu como um indicador do mercado financeiro, com o objetivo de determinar a viabilidade de cada investimento realizado pelas empresas. Porém, como é bastante flexível e pode ser aplicado a praticamente qualquer área, passou a ser destaque em outros nichos, como gestão de projetos, marketing, produção e assim por diante.

Ele serve, basicamente, para avaliar se vale a pena fazer determinado investimento, o que pode trazer diversos benefícios à empresa. Confira como a análise do ROI pode impactar na gestão da sua loja virtual:

#1 Avaliação de novas aquisições:

Qualquer negócio que esteja, de alguma forma, ligado à tecnologia e à internet está constantemente em evolução. E esse é exatamente o caso do e-commerce. Na prática, novas soluções surgem a cada dia, de modo que se torna imprescindível avaliar a necessidade de investimentos constantes.. É nesse momento que o ROI surge como um dos maiores aliados dos gestores, providenciando uma resposta matemática às suas dúvidas.

Imagine, por exemplo, que você está prestes a investir em um novo sistema de pagamento para sua loja virtual. Pela variedade de opções que oferece, esse sistema permitirá que mais pessoas comprem de você, além de também agilizar a gestão do seu e-commerce. Isso impactará em 20% mais vendas e 10% menos trabalho para sua equipe.

Mas será que o investimento vale mesmo a pena? O ROI poderá dizer!

#2 Análise de viabilidade:

A implementação de um novo CRM é um projeto desenvolvido com frequência nas lojas virtuais, afinal, é preciso conhecer e se relacionar bem com os clientes. Mas sempre fica aquela dúvida: é o momento certo de investir? Qual será o retorno dessa nova ferramenta?

Analisando quanto custa a implementação do CRM e que tipo de benefícios ele trará para seu empreendimento, como melhoria na gestão de leads, fortalecimento da comunicação e segmentação da sua base de clientes, passa a ser possível projetar o crescimento das vendas.

Com essa projeção, pode-se calcular as receitas que virão em consequência da implementação do novo CRM, chegando à previsão sobre o retorno gerado por esse investimento. Se valer a pena, o projeto deve caminhar. Caso a mudança não traga mais vendas, ele pode ficar para um outro momento.

#3 Comparação de eficácia:

Outro motivo pelo qual você deve aprender a calcular o ROI é para saber como suas estratégias de marketing contribuem para a geração de receita. Imaginando que você invista em marketing de conteúdo, links patrocinados, redes sociais e e-mail marketing, qual dessas estratégias traz mais retorno para seu e-commerce? E qual delas é a menos eficaz?

Com o cálculo do ROI, é possível saber exatamente a porcentagem de contribuição de cada estratégia para atrair visitantes e fomentar as vendas. A partir disso, pode-se estipular metas mais realistas para cada canal de relacionamento e também otimizar os investimentos em marketing para que tragam o máximo de retorno financeiro para o negócio.

#4 Definição de metas:

Depois de abrir seu e-commerce, você precisa saber estimar suas metas de vendas, de modo que o total de receitas seja suficiente para pagar todos os custos da operação do negócio e ainda gerar lucro. E uma das melhores formas de se fazer isso é com base no ROI, já que ele expressa a relação entre o total de receitas e o total de custos do empreendimento.

Digamos que hoje você esteja no seu ponto de equilíbrio, ou seja, diminuindo os custos das receitas, chega a um resultado nulo. Desta forma, ainda não há lucro no seu e-commerce. Mas com base no ROI que você deseja ter, pode determinar quais são suas metas de vendas e, a partir daí, desenvolver uma estratégia de marketing que possibilite chegar ao retorno financeiro esperado.

#5 Tomada de decisão:

O ROI também é um grande aliado no processo de tomada de decisão, ainda mais quando você está diante de várias oportunidades de crescimento e não sabe em qual delas apostar. Entre um CRM, uma ferramenta de automação de marketing e uma nova plataforma de pagamentos, qual você escolheria para aumentar sua receita?

À primeira vista, a ferramenta de automação de marketing pode parecer o investimento mais acertado. Mas para saber se essa intuição é verdadeira, você precisa considerar o investimento de cada solução e qual o retorno que cada alternativa pode trazer para seu e-commerce.

Pode ser que o fluxo de visitantes no seu site seja muito bom, mas as opções de pagamento limitadas espantem os clientes, por exemplo. Nesse caso, a ferramenta de pagamentos seria bem mais útil. Sem contar que também pode ter um custo mais atrativo, trazendo um ROI muito maior do que o da ferramenta de automação de marketing.

 

>>Continue para a parte 2

e saiba como calcular o ROI.>>

 

Facebook Comments