Utilizar o remarketing no marketplace é o melhor caminho para aumentar a taxa de conversão no seu negócio. De acordo com uma pesquisa do site CMO.com, uma boa campanha de remarketing pode aumentar em até 33% as vendas. Além disso, ela gera 16% mais engajamento e um ganho de 12% de consciência de marca.

E só para você ter uma ideia do quanto isso é importante, basta dizermos que, segundo levantamento do Google AdWords, apenas 3% dos consumidores efetivam uma compra na primeira visita a um e-commerce.

Diante dessa realidade, quem quiser melhorar seus resultados precisa encontrar maneiras de melhorar as taxas de vendas. E o remarketing é uma das alternativas mais eficazes para isso. Público para alcançar melhores resultados é o que não falta: de acordo com o jornal britânico Financial Times, o número de pessoas que usa smartphones, tablets e notebooks como parte fundamental de suas rotinas profissionais cresceu cerca de 210% nos últimos 5 anos.

Até 2020, este número vai subir ainda mais. Tudo, e todo mundo, está na internet. Basta pensar que é muito provável que você já tenha passado pela experiência de procurar algum produto em uma loja virtual, não efetuar a compra e, poucas horas depois, ver vários anúncios do mesmo produto: isso é remarketing — afinal você espera que seu público faça a compra e não só navegue na loja, certo?

Além de ser uma ferramenta que efetivamente funciona, o custo é baixíssimo e tem muito potencial de aumentar as suas vendas, e é por isso que vamos descobrir como fazer remarketing no marketplace e como usar essa ferramenta de maneira eficaz no seu negócio.

Quanto aos termos, remarketing e retargeting são ferramentas basicamente iguais. A diferença é que remarketing é a forma como o Google chama a sua própria ferramenta de retargeting ― termo que vem do inglês “target”, que significa “alvo”.

Ou seja, a ideia do retargeting é impactar mais de uma vez a mesma pessoa, com os anúncios que o usuário vê após a primeira busca pelo tema. Assim, o remarketing vem como uma possibilidade de continuar aparecendo para o cliente que ainda não converteu. Dessa maneira, enquanto ele pensa no assunto, continua com a marca em mente.

Como fazer remarketing no marketplace

O funcionamento do remarketing é relativamente simples. Basta que o empreendedor inclua na programação do seu marketplace o que chamamos de “tag de remarketing”. Trata-se de um algoritmo específico que permite rastrear o padrão de compra dos visitantes.

A ideia principal é colocar essa tag em cada página do site que se quiser mapear, funcionando como código que irá marcar um usuário que visitar essa página em especial.

Essa tag é fornecida pelo Google ou pela empresa com a qual você comprar a mídia de display. Existem centenas de marcas no mercado que trabalham com a venda dessa solução. A partir desse código, o usuário vai ser acompanhado em sua navegação para que sejam exibidos para ele, posteriormente, anúncios relacionados à página que ele visitou.

Por exemplo, se a sua empresa vende produtos para ginástica e academia, basta criar uma tag de remarketing para as páginas com roupas para malhar e correr, pesos e halteres e, então, exibir anúncios dos seus diferentes modelos para quem visitar uma ou mais destas páginas.

Na hora de montar uma campanha de remarketing no marketplace, é importante que se tenha em mente a necessidade de criar audiências sempre relevantes, focando em públicos que sejam verdadeiramente interessantes para serem impactados pelo remarketing. Fazer por fazer, sem direcionamento, é perda de tempo e dinheiro, duas coisas que não são nem um pouco interessante perder.

Assine nossa newsletter e junte-se a milhares de empreendedores!



Nesse contexto, vale criar anúncios específicos para cada público: quanto mais próximo do objetivo do usuário, melhor. Por exemplo, se ele entrou na página de preços de determinado produto de seu site, um bom caminho seria exibir para ele anúncios sobre o produto, com, talvez, um desconto mais atrativo. E lembre-se de que nenhum desses fatores vai importar muito se a sua página estiver mal feita. Quer dizer, não adianta criar um anúncio genial que vai direcionar o visitante para a parte errada do site, por exemplo.

Ficar atento às métricas para analisar os resultados de seus esforços também é importante. Tudo precisa ser estudado e planejado com cuidado. É importante lembrar que não é apenas o custo por clique que merece atenção, mas também o custo por aquisição, ou seja, o seu gasto real para cada conversão gerada pela campanha.

Por fim, é preciso que a sua marca tenha cuidado com o excesso de exibições para um determinado usuário, já que isso pode cansá-lo. Manter dentro das 10 visualizações por pessoa está de bom tamanho. E não esqueça de sempre procurar melhorias e alternativas, bem como ferramentas novas para ajudar a deixar o seu marketplace cada vez mais atrativo.

Quando se possui um site de vendas na internet, é fundamental tirar proveito de todas as ferramentas de marketing que estão disponíveis. Gerenciar a divulgação de um marketplace não é uma tarefa fácil, pois existem diversos pontos a se observar. E não é segredo que existem muitas formas de divulgar o seu negócio, como e-mails, blogs, Facebook Ads e Google Ads.

Porém, o remarketing se destaca como uma ferramenta extremamente poderosa e capaz de fazer conversões nesse meio pela divulgação do seu e-commerce somente para os usuários que já entraram em sua loja virtual.

Desta forma, visto que sua divulgação é focada somente nas pessoas que já mostraram interesse por seus produtos ou serviços, sua marca se torna capaz de ativar os gatilhos certos para manter o cliente com o desejo de compra em mente. De quebra, as taxas de conversão destes anúncios tendem a ser as mais altas entre as mídias pagas mais comuns, como o Google Ads.

Por que fazer remarketing no marketplace

O remarketing é uma das maneiras mais eficientes de conquistar clientes, pois vai direto ao ponto que o consumidor realmente está interessado, oferecendo uma mensagem muito mais assertiva e direta. Ele tem o potencial de melhorar as vendas dos marketplaces porque quem entrou no site, viu um produto e não comprou, pode acabar voltando por meio de uma publicidade direcionada.

Ao utilizar uma ferramenta de remarketing ― a maioria funciona com banners inteligentes ―, as lojas virtuais obtêm grandes chances de trazer seu cliente de volta e, inclusive, realizar vendas adicionais. Até porque, em uma segunda visita, os clientes geralmente estão mais propensos a comprar.

Com este tipo de divulgação, um marketplace consegue focar sua comunicação e, assim, buscar cada vez mais aumentar a conversão de seus anúncios, garantindo o retorno sobre o investimento (ROI).

Outra ferramenta bastante utilizada, principalmente por conta de sua facilidade de uso, é o e-mail de carrinho abandonado, que provavelmente você conhece ou até mesmo já utiliza. Atualmente existem plataformas que fazem o disparo destes e-mails automaticamente, sem a necessidade de qualquer intervenção humana.

Mas atenção: para assegurar o melhor aproveitamento desta solução, é importante que o seu negócio esteja preparado e adote estratégias e ações adequadas para obter os melhores resultados, planejando-se com bastante antecedência para entender e executar as ações de remarketing que mais têm a cara da sua empresa.

Consequentemente, ao utilizar essas ferramentas, as taxas de conversão de seus anúncios devem subir, tornando suas campanhas de marketing mais eficientes e aumentando o ROI do seu marketplace.

Rede de display e rede de pesquisa:

Basicamente, existem duas plataformas que dominam as funcionalidades do remarketing no marketplace: a rede de display e a rede de pesquisa ― embora o Facebook também tenha suas vantagens e esteja crescendo em números, ainda não se compara a essas duas.

A rede de display funciona como um grupo de sites parceiros que oferecem um espaço dentro de suas páginas para a divulgação de anúncios pagos. Geralmente, são espaços utilizados para a divulgação de banners para usuários que estejam em uma lista de remarketing. É nesse contexto que os anúncios sobre um mesmo produto aparecem.

Cada plataforma de remarketing tem acordos para montar sua própria rede de display, então, de acordo com a que você escolher, seus anúncios serão exibidos nos sites da rede dessa plataforma. Vale lembrar que é importante ter cuidado com a rede que você escolhe, pois muitas delas oferecem modelos de parceria em que um mesmo site possa exibir anúncios de diferentes redes.

Por outro lado, existe a rede de pesquisa do Google Adwords. Nela, os anúncios são exibidos na própria página de resultados do buscador. Isso acontece quando alguém faz uma pesquisa de determinado item no Google e alguns resultados aparecem em destaque, logo no topo da página. E essa rede ganha relevância pela sua abrangência, que envolve Pesquisas Google, Google Maps, Google Shopping, Google Imagens, Google Translate, grupos do Google e sites que são parceiros de pesquisa do Google.

Em resumo, podemos entender que as principais diferenças entre os anúncios da rede de display e da rede de pesquisa residem no fato de que, na rede de pesquisa, é possível produzir banners com imagens e tamanhos diferentes, mais customizados. Nas redes de display, o formato do anúncio obedece o padrão do Google Adwords, com texto e tamanho limitados.

O remarketing na rede de pesquisa é mais recente que em display e surgiu principalmente por um motivo: aparecer nos resultados de quem está fazendo novamente uma busca pelo assunto. Como o usuário está atrás do tema, o remarketing vem para reforçar a ação de compra.

Remarketing faz a diferença no seu negócio

E então, conseguiu entender melhor as vantagens de utilizar o remarketing no marketplace e como essa ferramenta pode fazer a diferença nos seus negócios? Esperamos que este artigo tenha sido útil no esclarecimento deste assunto, para que ele possa contribuir com o desenvolvimento do seu e-commerce.

Falando nisso, temos ainda mais uma dica: o e-book Como Vender Mais em seu E-commerce, no qual apresentamos as principais boas práticas para alavancar as vendas na sua loja virtual. Clique no botão abaixo e faça download gratuitamente:

E saiba que, além do remarketing, o seu intermediador de pagamento também tem importância crucial nos seus índices de venda. Para isso, conte com o Wirecard! Estamos à disposição para unir forças e buscar ainda mais expansão para a sua loja! Entre em contato com a gente ou deixe sua mensagem!

Facebook Comments